Pular para o conteúdo principal

Sobre fraldas e lenços

Há dias tenho tentado vir aqui e falar de assuntos sérios... quero falar de comunicação. Comunicação entre marido e mulher, comunicação entre pais e filhos. Quero falar do impacto da comunicação no comportamento das pessoas. Das crianças, principalmente. Quero falar das dificuldade que ando encontrando para me comunicar com as pessoas que amo. Quero falar do comportamento da minha filha mais velha. Quero falar de pontes e de muros. Quero falar de distância. Quero falar de casamento e do meu marido. Quero falar de namoro e de romance. Ou da falta disso em nossas vidas. Quero falar do sono. Quero falar do meu bebê. São tantos assuntos e tantos desejos e eu, simplesmente, não consigo falar sobre nada. Então resolvi falar sobre fraldas e lenços.

Tenho feito uma pesquisa intensa sobre fraldas laváveis e pretendo logo logo passar a usá-las. Mas... enquanto o bolso não permite que eu invista nessa vontade continuo com as descartáveis. Sempre usei Pamper`s Total Confort e Turma da Mônica Soft Touch. Ultimamente estava até mais satisfeita com a segunda. Não sei porque, vaza menos à noite. Semana passada vi nas prateleiras do supermercado a Turma da Mônica Soft Touch MAX. Resolvi experimentar e virei fã! Tenho usado desde então e ainda não vazou! Fica a dica... 




Outro produto que tenho adorado são os lenços umedecidos da Johnson`s. Eles são menos molhados e o de pacote amarelo tem um cheirinho beeeem suave. Eu sempre usei os da Huggies... desde que Júlia era um bebê. Confesso que gostava muito deles por serem mais grossinhos e, principalmente, por causa da tampa. Aquela tampa conquistou meu coração! Adoro! Então juntei tesoura e cola quente e criei o lenço perfeito para mim!!



*A propaganda foi gratuita, mas se alguém quiser me pagar por ela é só entrar em contato!! :-P

Comentários

  1. Eu era fã dessa fralda! A melhor na minha opinião.
    Pelo menos na época. Isso não me pertence mais. Aleluia!Rs
    Como organizar, lidar com tanta coisa para falar né?
    A vida é uma malabarismo eterno que só vai aumentando a quantidade de bolas...
    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Estranho vc falar do bol$o pras faldas laváveis, não faz muito tempo as descartáveis é que eram um luxo.
    Pior que penso nisso também e minha questão principal é tempo pra lavar, já fiquei sem máquina em tantas oportunidades diferentes que não perco o varal de vista. E como na vida moderna encontrar tempo pra tanque?
    Bj

    ResponderExcluir
  3. É, Rosa, ficou estranho mesmo... ainda mais se considerar que a fralda descartável que estou indicando custa R$19,90 (no supermercado que frequento aqui em Brasília) o pacote com 20 unidades (???). Mas acontece que para migrar para as fraldas laváveis eu preciso fazer um investimento inicial alto... sei que é um investimento que se paga rápido, coisa de alguns meses (isso sem falar no retorno para a natureza), mas gastar R$500,00 de uma vez ainda me dói mais que R$20,00 diluídos nas compras semanais (isso quando eu compro, mas tem muitas vezes que ganho das avós). Percebeu que a Miss Credit Card aqui é péssima com as finanças, né??rsrs Guardar dinheiro nunca foi meu forte...

    ResponderExcluir
  4. Concordo com você, adoro essas fralda tambem. Um beijao querida, muito legal o teu blog, passa lá no meu e deixa um recadinho: http://meusfilhosmeumaiorpresente.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Vou experimentar a fralda, tbém estou na busca da fralda perfeita que nao vaza a noite. O Lencinho tbém adorei a adaptação. Quero que vc volte pra falar de todos os temas q citou no ínicio do post, todos são do meu interesse e aposto que de um monte de gente tbém.
    Bjosss

    ResponderExcluir
  6. Adorei a sua criatividade de juntar o lencinho ideal com a tampa perfeita :-) Muuuuuuuito bom!!!

    Beijo,
    Karen
    http://multiplicado-por-dois.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  7. Ai, Cin... ando penando com esses assuntos do início do post. Mas volto, pode ter certeza que volto... pq esses são meus fantasmas atuais.


    Karen, ficou sensacional!! E foi MUITO rapidinho de fazer! Super indico!!rs

    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Não conheço essa fralda ainda. Uso a Pampers, nunca tive problemas com vazamento, mas muito boa a dica, e achei muito engraçado a combinação do lenço perfeito, rsrs.

    Beijos

    Ana

    ResponderExcluir
  9. Oi querida! A soft touch MAX não é a soft touch?! Não conheço e preciso conhecer! Meu Leo ainda usa e usará por um bom tempo, mas faz xixi de uma criança de 4 anos na fralda de bebê! Por enquanto a soft touch é a única que suporta, tb estou enveredando pro lado das laváveis, fiz uma pesquisa, coloquei na ponta do lápis e realmente o investimento inicial é grande, mas é investimento! Depois não se gasta mais! Tô doida p/tentar, mas tb já soube que só as importadas prestam!

    Bjkas!!!

    ResponderExcluir
  10. Então, Mari.. eu sempre usei a soft touch também... essa MAX é ainda melhor!! Ela tem um modelo mais fechadinho nas laterais e suporta uma quantidade de xixi INCRÍVEL! Só que ela é decorada... achei meio brega, mas enfim... perfeição não existe, né?!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  11. OI Fabi... por esta função de fraldas eu também já passei e sei bem como é, já fazem alguns meses que a Mari largou definitivamente... mas enquanto eu usava, estas da mônica eram as únicas que eu usava, nunca vazaram !!!
    E sobre fraldas laváveis ??? Eu nem sabia que existiam!!!! rsrsrsrs... Agora não faz diferença mesmo !!!

    Abraço pra ti e tuas meninas !!!!

    ResponderExcluir
  12. OI Fabi... por esta função de fraldas eu também já passei e sei bem como é, já fazem alguns meses que a Mari largou definitivamente... mas enquanto eu usava, estas da mônica eram as únicas que eu usava, nunca vazaram !!!
    E sobre fraldas laváveis ??? Eu nem sabia que existiam!!!! rsrsrsrs... Agora não faz diferença mesmo !!!

    Abraço pra ti e tuas meninas !!!!

    ResponderExcluir
  13. Não conheço essa fralda ainda. Uso a Pampers, nunca tive problemas com vazamento, mas muito boa a dica, e achei muito engraçado a combinação do lenço perfeito, rsrs.

    Beijos

    Ana

    ResponderExcluir
  14. Oi,primeira vez que entro no seu blog,e gostei muito.Qto as fraldas aqui usamos 100% fraldas de pano,desde 1 mes e meio,e foi o melhor investimento que podia ter feito.Não só por questões financeiras,mas pelo meio ambiente,e pelas assaduras q as descartáveis davam na minha bebe,hj com 7 meses.Depois da Fralda de Pano abolimos as pomadas.E qto a lavar ,não podia ser mais simples.Bjcas

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Diz o que achou, conte da sua experiência.
Comenta! Suas palavras me inspiram...

Postagens mais visitadas deste blog

Parto da Jade

Passei a gestação inteira dizendo que ela chegaria no mês de julho. Estratégia para aplacar a ansiedade alheia, já que doce espera sempre teve mais a ver com puta agonia pra mim. Não vou mentir, parece piada, mas não consigo curtir gravidez. Passo muito mal no início, depois fico mega prostrada, minha irritabilidade alcança níveis desumanos (pergunta lá pro marido!) e, por fim, engordo absurdamente. Não vejo graça. Lógico que tem o lado bom da coisa. Cabelos sedosos, filas preferenciais e, claro, o bebê que tá lá dentro. Quando os chutes não miram suas costelas, posso garantir, não há melhor sensação no planeta.
A DPP (data prevista pro parto), dia em que a gestação alcança 40 semanas, era 27 de junho. Eu tinha toda a fé do mundo que ela chegaria bem antes disso. Era tanto cansaço que rolava, uma impaciência tão grande da minha pessoa, que o bebê obviamente desejaria sair logo dali. Ambiente desfavorável. E eu conversava incansavelmente com a barriga sobre as vantagens de se viver aqui…

O parto dos gêmeos - Parte 3 (final)

Depois de finalizar a burocracia da internação, fomos finalmente para o quarto onde ficamos acompanhando as contrações que estavam mais ou menos de 3 em 3 minutos. E assim seguiram até 5h da manhã quando tive uma parada de progressão. Parou. Tudo. Eu não sentia mais absolutamente nada. Lembro-me bem do medo. Medo de chegar até ali e acabar morrendo na praia. Eu estava então com 5 cm de dilatação. Voltar para casa não era mais possível. "- Só sairemos desse hospital com os bebês nos braços.", falou Dra. Caren. Juan ficou super ansioso com isso! Eu e Taíza começamos a caminhar pelo hospital, subimos e descemos as escadas. Todos olhavam para nós. Eu devia ser a maluca do parto normal de gêmeos. Chamamos uma acunpunturista para fazer uma sessão de indução. Taíza deu uma saída para preparar um chá especial pra mim, tomar um banho e trazer mais óleo de rícino pra eu tomar. E nada acontecia. Eu não sentia mais nada.




Já por volta das 15h30 do dia 18/09, após 10h esperando o retorno d…

Eu sou gorda?

Eu nem sei quantas vezes devo ter feito essa pergunta à minha mãe. Nem sei se a fiz um dia. Lembro de me olhar no espelho e ter uma única certeza... eu era gorda. Aliás, era essa a única forma de me magoar com palavras (e meus irmãos sabiam bem disso, valeu galera!!). Já fiz dietas loucas, já fiquei sem comer para compensar, já chorei litros porque o espelho era mau comigo. Sofri horrores a minha infância inteira por conta da barriga. Minhas amigas sempre eram baixinhas e magrinhas... eu sempre fui grande, larga, forte. Vendo as fotos antigas nem me acho gorda. Cheinha, talvez. Mas o bullying (agora que tem nome bonito não vou deixar de usar) sofrido por anos deixou marcas que me acompanham e ainda me assombram.
Depois que me tornei mãe da Júlia meu maior medo era que ela passasse pelo o que passei.
Com 1 mês e meio de vida Júlia começou a tomar complemento, pois eu não tinha leite (e nem informação) suficiente. Ela rapidamente ganhou peso e desde então sua barriguinha se mostrou salien…